Sumaúma (Aline Frazão)

Vejam e ouçam como canta Aline Frazão, que nasceu em Luanda, a capital de Angola, em 1988.

SUMAÚMA

Irmã de causa e de casaDo raso voo de uma asaDo riso bom de uma dançaDos olhos dessa criança

És manhã, és sumaúmaA mãe de todas as plantasA canção que a paz reclamaA voz maior, (Read

Continuar leyendo Sumaúma (Aline Frazão)

Uma ilustração de Bruno Aziz

Bruno Aziz, «Literatura de Terror…Ilustra para o Caderno 2 do Jornal A Tarde«

A surfista Francisca Santos

Lembram-se os alunos do 3º ano de Francisca Santos? Claro que sim. E como o livro tem uns anitos, perguntávamo-nos o que seria dela hoje? Quem quiser saber, pode ler a entrevista em baixo:

«Há vida depois do Surf? A história de Francisca Pereira dos Santos» (Surf Total, 16-01-2018)Detentora de dois títulos

Continuar leyendo A surfista Francisca Santos

"Melhor do que" e "pior do que"

Comparativos irregulares: não «mais bom do que», mas melhor do que; nem «mais mau do que» ou «mais mal do que», mas pior do que.

Sabem todos quem foi Ariadne?

– Wikimedia Commons

Uma aluna da turma de 1º A chama-se Ariadna. Sabem todos os colegas quem foi Ariadne, que é como se diz em português, e o que significa? E o que é o fio de Ariadne? Vamos lá ver.

Ariadne: Significa «muito casta», «a mais pura», «puríssima» ou «a mais sagrada».

Continuar leyendo Sabem todos quem foi Ariadne?

A diferença entre Dança Contemporânea e Dança Moderna

Fotografia de Narratography by APJ

A Zaira e a Clara, alunas do 4º ano, praticam dança moderna. Há tempo que eu lhes perguntei qual a diferença entre dança moderna e contemporânea, e esqueci-me, claro; e agora procurei para fazer este post para elas e eu aprender de vez!

A diferença entre Dança

Continuar leyendo A diferença entre Dança Contemporânea e Dança Moderna

Alentejo (João Pedro Messeder)

Monte alentejano (Fotografia de Sérgio Martins) ALENTEJO

Junta o rio e seu advérbio: nasce um país. Com homens, vinho, um pão difícil.Tenta pronunciar a palavra como se de uma planície se tratasse; depois a terra interminável, a água na sua escassez. E também o sol. E o amarelo da terra, entre um arco-íris de

Continuar leyendo Alentejo (João Pedro Messeder)

Tudo numa semana (Luísa Ducla Soares)

TUDO NUMA SEMANA

Segunda-feira nasci,na terça fui para a escola,na quarta estava casado, na quinta toquei viola,

na sexta tive três filhos,no sábado envelheci,no domingo veio a morte,dei-lhe um estalo, estou aqui.

Luísa Ducla Soares

Continuar leyendo Tudo numa semana (Luísa Ducla Soares)

Ela é dançarina (Chico Buarque)

Olé! – Dançarina – Grupo dança Tablado – A Praça. Fábio A. Meireles

ELA É DANÇARINA

O nosso amor é tão bomO horário é que nunca combinaEu sou funcionárioEla é dançarinaQuando pego o pontoEla termina

Ou: quando abro o guichêÉ quando ela abaixa a cortinaEu sou funcionárioEla é dançarinaAbro o meu (Read more…)

Continuar leyendo Ela é dançarina (Chico Buarque)

Um calendário com dez meses?

Alguém já se perguntou alguma vez o porquê dos nomes dos quatro últimos meses do ano, que se parecem com sete, oito, nove e dez, quando são o 9º, o 10º, o 11º e o 12º meses do ano? Vamos saber porquê.SETEMBRO / OUTUBRO / NOVEMBRO / DEZEMBRO

O nome “setembro” vem do

Continuar leyendo Um calendário com dez meses?